quinta-feira, 30 de junho de 2011

O Emocionalismo e a Bíblia Sagrada.


Hoje em dia o emocional tem falado muito mais do que a Palavra de Deus para muitas pessoas. E essa é uma infeliz realidade no meio cristão.

As frases que eu mais tenho escutado são “eu senti” e “eu estou em paz”. Quando olho para a vida dessas pessoas, vejo que seus frutos são tão ruins que alguns chegam ao ponto da podridão.

Como alguém pode sentir “paz” quando está cometendo pecado, agindo de forma que vai diretamente contra a vontade de Deus?

Isso é possível para uma pessoa que mente para si mesma, ou uma pessoa que já está totalmente cauterizada, que já acostumou com a safadeza do pecado. Nesse caso, se explica o versículo que diz “que um abismo chama outro abismo”. (Salmos 42.7)

Mas, alguém que busca a vontade de Deus e que se importa com o querer do Pai jamais sentirá “paz” ao cometer pecado.

Aquele que deseja agradar a Deus ora para que Deus mostre aonde ele tem errado, porque tudo o que ele deseja é agradar a Deus.

Agora, o que dizer dos que se escondem atrás da desculpa “eu senti”?

Eu posso falar, infelizmente, com toda maestria a respeito do emocionalismo. Eu já fui assim. E isso é horrível. Sofri por causa do emocionalismo e cometi erros que poderiam ter sido evitados se eu estivesse vivendo à luz da Palavra e não do emocional.

Jesus não nos chamou para apresentar um culto emocional, mas um culto racional. (Romanos 12.1)

Hoje em dia, luto para que meu emocional se curve mediante a Palavra de Deus. Isso não é fácil, mas é TOTALMENTE possível e foi essa escolha que eu fiz pra mim. Quando meu emocional quer ir por um caminho, mas a Palavra de Deus me dá outra direção, eu faço com que meu emocional se curve mediante ao querer de Deus.

Vou confessar que isso é muito difícil quando seu emocional está falando alto e pessoas ao seu redor, que você ama e escuta, te aconselham em sintonia com seu emocional. Você fica confuso e até começa a sofrer por não saber ao certo o que fazer, mas há uma saída.

A saída é orar, buscar em Deus a vontade dEle e Ele vai falar com você. Ele não deixa ninguém que O busque sem direção! Ele tem a resposta e a saída.

E ainda que ninguém entenda a sua atitude, faça como Deus quer e não como o seu emocional quer agir.

É claro, óbvio, que somos pessoas feitas de emoção e o emocional faz parte da nossa vida, mas a vida não é emocional a flor da pele, não é totalmente emocional, principalmente quando confrontado com a Palavra de Deus.

E é isso que eu quero que você entenda. O emocional faz parte da nossa estrutura.

Deus nos criou com emocional, isso é benção, é presente. Mas, o Senhor não nos criou totalmente e só emocional.

Ainda que haja o “eu senti”, a Palavra de Deus é que deve prevalecer. Sempre!

Por isso é fundamental conhecer a Palavra de Deus. Se nós mergulhássemos mais em conhecer a Palavra não seriamos tão crianças na fé. Jesus não vivia no “eu senti”, ele dizia: “Está escrito!” (Mateus 4)

Meu sentir não transforma ninguém, mas a Palavra de Deus viva em mim é capaz de restaurar, libertar, transformar, curar e revelar o amor de Deus em muuuuuuuitas vidas!

Que haja em nós o conhecer da Palavra de Deus. Isso é o fundamental!!!! E que mediante a Palavra do Amado Senhor, nosso emocional esteja sempre apenas em uma posição: prostrado, rendido!

Deus abençoe sua vida e que você queira viver a Palavra de Deus acima de tudo, até mesmo do seu emocional.


***

Escrito por: PRISCYLA PARASKEVOPOULOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário